A Lápide da Existência

A inexistência de sua beleza Inicia o fim de sua natureza, Não é uma ilusão ou fantasia, Nem tanto contos e versos de poesia. Natureza é riqueza, É a boniteza da existência, A aurora do genuíno sorrir jovial, Ver seu reflexo naquele manancial, O resfolegar da verde alma na essência. O meio ambiente é mágico,

Ler Poesia